BAND


by live on fevereiro 17, 2019

Assista online Café com Jornal, Jogo Aberto, Jornal da Band, Os Donos da Bola, e muito mais!

Toda a sua programação da Band Ao Vivo e disponível onde e quando quiser, diretamente no seu navegador.

 

Band Ao Vivo

Band Ao Vivo

 

A Band Ao Vivo na LiveTV é uma ótima maneira nova de acessar episódios e clipes completos de todos os seus programas da Band favoritos. Novo conteúdo é adicionado o tempo todo.

  • Assista Band Online, com todo o conteúdo disponível.
  • Veja clipes exclusivos e cenas excluídas de programas da Band, nunca antes exibidos na televisão.
  • Totalmente gratuito e seguro.

 



 

A Rede Bandeirantes (conhecida informalmente como Band) é uma rede de televisão aberta comercial brasileira pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação. Entrou no ar no dia 13 de maio de 1967 pelo canal 13 VHF. Seu fundador foi João Jorge Saad, que contou com a ajuda do sogro, o político Ademar de Barros, antigo proprietário da Rádio Bandeirantes. Atualmente, a emissora é presidida por Johnny Saad, filho de João Saad. É a quarta maior rede de televisão do país em audiência e faturamento. Ficando atrás da Record TV que se mantém como a terceira maior emissora do país. Seu sinal é distribuído para todo o Brasil por meio das suas emissoras próprias ou afiliadas, televisão por assinatura e no exterior pela Band Internacional.

A emissora foi a primeira do Brasil a produzir toda a sua programação em cores, em 1972, e a primeira a fazer uma transmissão via satélite, sendo a rede pioneira na utilização de um canal exclusivo de satélite para suas transmissões simultâneas no Brasil, em 1982. A partir da década de 1990, a emissora ganhou o apelido Band, que foi trazido para o vídeo vindo da Rádio Bandeirantes na cobertura televisiva do carnaval de 1995. Na mesma ocasião, a rede foi a primeira emissora brasileira a inserir seu logotipo no canto do vídeo, a chamada marca d’água.

Ficou bastante conhecida nas décadas de 80 e 90 como “o canal do esporte”, em razão de haver transmitido os mais variados gêneros esportivos, sendo a primeira a transmitir a Fórmula Indy, a NBA, e os campeonatos de futebol italiano e espanhol. As coberturas jornalísticas foram outro reconhecimento da Bandeirantes, na realização de debates entre candidatos políticos na televisão: foi a segunda a fazer um debate para governador de São Paulo em 1982 e em 1989 foi a primeira a realizar um debate entre os candidatos para Presidente da República.

Acusação de viés político

Escrevendo para o The Intercept Brasil, João Filho questionou o viés político após o aumento da entrada de dinheiro público na Band e outras emissoras nas quais os donos apareceram ao lado de Bolsonaro, ou tem apresentadores ligados a membros do governo, como é o caso da Band. Antes do atual governo, era gasto mais dinheiro com propaganda nas emissoras a partir da audiência das mesmas, mas o método foi cancelado sem motivo.

Em 15 de janeiro de 2020, foi revelado pela Folha de S.Paulo que Fabio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), recebeu, através de uma empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de TV e agências de publicidade que tem contrato com o governo de Jair Bolsonaro. Dentre elas, estão a Rede Bandeirantes e a RecordTV. Tal fato entrou na análise do Repórteres Sem Fronteiras, que passou a reportar os ataques de Bolsonaro direcionados à imprensa.

Segundo um levantamento feito pelo Poder360, Bolsonaro concedeu 102 entrevistas exclusivas a veículos de comunicação, mesmo afirmando não gostar da imprensa. A Band foi a mais atendida, seguida pela RecordTV, SBT e a Jovem Pan. Até 6 de julho de 2020, Datena foi o jornalista que mais entrevistou o presidente na TV. Em 22 de maio, Datena declarou que não ia entrevistar mais Bolsonaro, após Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, dizer na reunião ministerial de 22 de abril que a Band ao vivo “queria dinheiro” do governo e de Bolsonaro, seguido por palavrões durante a ocasião. “De preferência, eu não quero mais entrevistar o presidente da República depois de uma atitude dessa. Eu gostaria que ele desse entrevista pra quem ele quisesse, com todo respeito que tenho por ele, pelo cargo dele, eu me permito nunca mais fazer uma entrevista com ele”. Após esse episódio, Bolsonaro se reuniu pessoalmente com Johnny Saad, presidente da Band. Mais tarde, Datena voltou a entrevistar Bolsonaro.