RPC


by editor on agosto 21, 2020

Assista online Caminhos do Campo, Painel RPC, Bom Dia Paraná, e muito mais! Toda a sua programação da RPC ao vivo e disponível onde e quando quiser, diretamente no seu navegador.

 

RPC Ao Vivo

RPC Ao Vivo

A RPC Curitiba na LiveTV é uma ótima maneira de acessar novos episódios e clipes completos de todos os seus programas da RPC favoritos. Novos conteúdos são adicionados o tempo todo.

  • Assista RPC Ao Vivo, com todo o conteúdo disponível.
  • Veja clipes exclusivos e cenas excluídas de programas da RPC TV Curitiba, nunca antes exibidos na televisão.
  • Totalmente gratuito e seguro.

RPC Curitiba é uma emissora de televisão brasileira sediada em Curitiba, capital do estado do Paraná. Opera no canal 12 (41 UHF digital) e é afiliada à Rede Globo. Pertence ao Grupo Paranaense de Comunicação, e retransmite a sua programação para a Região Metropolitana de Curitiba e áreas próximas. É a cabeça de rede da RPC, que tem cobertura estadual.

A história da RPC começa em 29 de outubro de 1960, a partir da fundação da primeira emissora de TV do estado, a TV Paranaense, pelo empresário Nagib Chede. Em 1969, Nagib Chede vende a emissora para os empresários Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski, proprietários do jornal Gazeta do Povo. Em 1972, os diretores da Rede Globo decidiram transferir o contrato de afiliação que tinham com a TV Paranaense desde 1970 para a TV Iguaçu, do ex-governador do estado Paulo Pimentel, por esta ter equipamentos e qualidade superior a emissora. Paulo Pimentel era então presidente da Aliança Renovadora Nacional (ARENA) no Paraná e aliado do presidente da ditadura militar, Emílio Médici. No entanto, em 1976, Paulo Pimentel passou a ter desavenças políticas com o ministro da educação Ney Braga, que fazia parte da ditadura militar no governo de Ernesto Geisel. Este fez com que a Globo transferisse seu contrato novamente para a TV Paranaense, que se tornou afiliada da rede até os dias de hoje.

A partir daí, com a volta da Globo para a TV Paranaense, a emissora reafirmou a liderança de audiência que mantém até hoje, além de haverem melhoras significativas no conteúdo mostrado na emissora, oriundos de investimentos feitos pela Globo. Um deles por exemplo é o Jornal Estadual, que ficou no ar até 1999, quando foi substituído pelo Paraná TV. No final dos anos 70, o Grupo Paranaense de Comunicação compra a TV Coroados de Londrina das mãos de José Carlos Martinez, e também unifica a programação da TV Cultura de Maringá – fundada em 1974 – com a da TV Paranaense, formando assim a Rede Paranaense. Do início dos anos 80 até meados da década de 2000, a Rede Paranaense foi expandindo seu sinal para o estado do Paraná a medida que o Grupo Paranaense de Comunicação fundava ou comprava novas emissoras. Em 1989, foi fundada a TV Cataratas de Foz do Iguaçu. Em 1992, o grupo adquiriu a TV Esplanada de Ponta Grossa, até então pertencente ao empresário Pedro Wosgrau Filho e afiliada a Rede Bandeirantes.

Em 2000, a Rede Paranaense abandona sua antiga nomenclatura e passa a se chamar RPC TV. O mesmo acontece com as emissoras da rede que também passaram a utilizar a marca da emissora, e com o Grupo Paranaense de Comunicação, que passa a se chamar Grupo RPC. Ainda no mesmo ano, o Sistema Sul de Comunicação vende a TV Guaraicá de Guarapuava para o Grupo RPC, e esta passa a se chamar RPC TV Guaraicá. O mesmo acontece com a TV Imagem do Noroeste de Paranavaí, que foi vendida ao grupo e passou a ser chamada de RPC TV Imagem. Em 2001, o Grupo RPC inaugura a última componente da RPC, a RPC TV Oeste de Cascavel. A partir daí, a RPC passa a cobrir todo o estado estado do Paraná, e se consolida como uma das maiores afiliadas da Rede Globo.

Em 2009, as emissoras da RPC TV passaram a assumir a nomenclatura de suas respectivas cidades, seguindo uma padronização feita pelo grupo. No mesmo ano, a RPC TV Curitiba lança seu sinal digital para toda a Grande Curitiba, sendo a primeira emissora da RPC TV a lançar esta tecnologia, além de ser a pioneira também no Paraná e na região sul do país. Em 2010, a RPC TV inciou a expansão do seu sinal digital para o interior do estado, a começar pela RPC TV Londrina em fevereiro, e pela RPC TV Foz do Iguaçu, em novembro. Em 2011, a RPC TV Maringá lançou seu sinal digital em março, enquanto a RPC TV Cascavel lançou o seu em novembro. Em novembro de 2012, a RPC TV Guarapuava lançou seu sinal digital, e em dezembro do mesmo ano, a RPC TV Ponta Grossa e a RPC TV Paranavaí foram as últimas emissoras da RPC TV a lançarem seus sinais digitais. Desde então, a RPC vem expandindo cada vez mais o seu sinal digital nos grandes centros do estado.

Em 1 de janeiro de 2015, a rede mudou sua logomarca e todas as emissoras da rede passam a adotar a denominação RPC.

Programas

Além de retransmitir a programação nacional da Rede Globo, a RPC Curitiba produz os seguintes programas:

  • Bom Dia Paraná: Telejornal, com Fernando Parracho;
  • Meio Dia Paraná: Telejornal, com Wilson Soler;
  • Globo Esporte PR: Jornalístico esportivo, com Janaína Castilho;
  • Boa Noite Paraná: Telejornal, com Sandro Dalpícolo;
  • Bom Dia Sábado: Telejornal, apresentado em esquema de rodízio;
  • Meu Paraná: Revista eletrônica;
  • Plug: Programa de variedades, com Michelly Correa;
  • Estúdio C: Programa de auditório, com Daiane Fardin;
  • Caminhos do Campo: Jornalístico sobre agronegócio, com Anelize Camargo (gerado pela RPC Maringá);
  • Jornalismo RPC: Boletim informativo, durante a programação.